Um Blog para escrever o que me vai no coração, inspirado num blog de um amigo e com o incentivo dele.

10
Jun 09

"Sem Perguntar"

                 João Pedro Pais

 

"Sem perguntar, sei de noticias tuas,

Leio em sinais esquecidos por aqui.

Esta distância é um nada que magoa,

Eu não consigo existir sem ti.

 

Se a tua voz pertence a outra pessoa,

o teu silência não lhe pode pertencer.

A paisagem é uma palavra à toa,

que não te disse... Nunca quisseste saber.

 

Onde estás, que não te vejo

andas longe no teu vagar,

procuro apenas no meu desejo,

apenas em mim te sei encontrar.

 

Esse adeus continua até hoje

a despedida teve um nome qualquer

devagar, o tempo foge,

foge contigo, e sou eu que o estou a perder.

 

Onde estás, que não te vejo

andas longe no teu vagar,

procuro apenas no meu desejo,

apenas em mim te sei encontrar.

 

Tenho tantos sonhos guardados,

tenho tantas lembranças de ti,

Recomeço os planos adiados

e começo a imaginar-te aqui.

 

Onde estás, que não te vejo

andas longe no teu vagar,

procuro apenas no meu desejo,

apenas em mim te sei encontrar."

 

 

Beijoca :-: .: (lol)

 

publicado por Joaninha às 02:13

"Vens ou Ficas"

               João Pedro Pais

 

"Vens ou ficas

esta cidade é só nossa

e a noite pede-nos um corpo

para continuar a viver

 

Se vieres

vou esperar-te à estação

trarás contigo a razão

quem te ouve... e quem te vê

 

O encontro

será apenas o momento

no interior do pensamento

onde tudo se resolve

 

Os segredos

são o centro de um incêndio

que arde com o silêncio

como outra noite qualquer

 

Se me ouves

se recusas as palavras

transformamo-nos em nada...

quase deixamos de ser

 

E as horas que se despedem devagar

que se afastam de ficar

que se aproximam de morrer

 

O que fomos

passa por nós na avenida

é um pedaço da nossa vida

que ainda quer sobreviver

 

Vens ou ficas

eu vou estar à tua espera

por mais que a força não queira

seremos dois a decidir"

 

Beijoca :-:.: (lol)

 

publicado por Joaninha às 01:59

08
Jun 09

When i first saw you...

I was afraid to meet you...

When i first met you...

I was afraid to kiss you...

When i first kissed you...

I was afraid to love you...

But now that i love you...

I'm afraid to lose you!

publicado por Joaninha às 22:02

07
Jun 09

Chegada de uma noite de Parabéns...

Uma noite num bar catita de Gaia, nunca lá tinha ido, mas estes amigos levam-me até lá. Sempre tive alguma curiosidade para conhecer o espaço, eis que tive a oportunidade. As pessoas são simpáticas, o atendimento é porreiro... Gosto do espaço!

A noite continua noutro espaço engraçado mas com direito a música.

Passei grande parte da noite agarrada ao telemóvel com a mania das mensagens... Vicio é o que é!

Convidei a pessoa que à priori eu já sabia que não me iria responder, mas não foi por falta de convite... Claro que gostava que lá estivesse, mas anda numa de ser cortado, paciência...

A noite foi agradável, curti!

 

Chego a casa e a vontade é de ficar sentada na soleira da entrada a ouvir o chilrear dos passarinhos, a sentir o silêncio, a calma, o sossego, deixar-me levar pelo silêncio da noite, pela paz da escuridão...

E depois apreciar o nascer do sol...

Uma sensação espectacular!

publicado por Joaninha às 04:59

05
Jun 09

Se perguntarmos a alguém o contrário de bonito dirão que é feio, de preto o branco, de gordo será magro.

E se perguntarmos o contrário de Amor dirão ódio... Mas será que será mesmo?!

O contrário de amor é a indiferença!

Para odiar alguém precisamos reconhecer que essa pessoa existe, que provoca sensações em nós por pior que sejam. Para odiar alguém precisamos de um coração mesmo que seja frio e de raciocíonio por doente que esteja. Odiar provoca cabelos brancos, rugas pela face e uma angústia enorme no peito. Para odiar, precisamos do objecto do ódio nem que seja para lhe dedicar o nosso rancor, a nossa ira, a pouca sabedoria para entendê-lo e pouco humor para aturá-lo.

Se o ódio tivesse cor seria vermelho tal e qual o amor. O ódio é o sentimento mais próximo do amor.

 

A indiferença é o contrário do amor.

O que é necessário para ser indiferente?! De nada e de coisa alguma!

A pessoa pode andar aos pulos, pode saltar da ponte, pode andar vestida de fraque, pode andar com a pior roupa que tiver, pode ganhar o euro-milhões ou ficar na miséria! Os seus actos não nos interessam, não nos importamos se a pessoa está bem ou mal, o que quer ou não quer, não observamos sequer os seus modos. Essa pessoa não exige a nossa boca, o nosso coração, o nosso olhar, o nosso cérebro. O nosso corpo ignora a sua presença e nem sente a sua ausência.

Se a indiferença tivesse cor, então seria da cor da água, do ar...

 

Agora não sei se amo ou se odeio, pois o ódio e o amor estão muito próximos. Também não sei ser indiferente... Que confusão!

 

Amada ou odiada?! Ou na indifernça?! Hummm Outra grande confusão, ;)

 

publicado por Joaninha às 13:47

04
Jun 09

E...

Se um dia amar sem igual

Se um dia me esquecer de mim

Se um dia te colocar em 1º lugar

Se um dia te fizer todas as vontades

Se um dia perder o belo sorriso por ti

Se um dia não tiver vontade de me levantar

Se um dia não me apetecer caminhar a caminhada da vida

Se um dia esquecer que sou vida

Se um dia a boa disposição se adormecer

Se um dia me sentir perdida por te amar

Se um dia me deixares sem respostas

Se um dia o medo me invadir

Se um dia não tiveres palavras para mim

Se um dia tudo que é sonho passar a pesadelo

Se um dia...

Então,

Enche o peito de ar e com a tua voz grossa diz-me o quanto eu sou importante

Mostra-me o outro lado da vida

Mostra-me novamente o meu sorriso!

E,

Fica a saber que por tudo isto,

Adoro estar contigo

Adorei todos os momentos ao teu lado

Adorei todos os mimos

Adorei todas as mensagens

Adorei a tua voz

Adorei-te e talvez te continue a adorar...

Que por tua causa senti o sol a brilhar

Consegui ver as estrelas

Senti que posso ser ainda mais feliz

Senti que existe sempre alguém que gosta de mim pelo que sou

Senti que por muitas coisas que faça sou sempre linda

Senti que a vontade da presença é bela

Senti que o amor é um sentimento intenso quando ambas as pessoas caminham no mesmo sentido...

Descobri que me amam e que amo!

 

Ps.- Gosto muito de estar contigo :-:

publicado por Joaninha às 13:12

03
Jun 09

Posso estar sem sorriso

Podem os meus lábios se cerrarem

Podem os meus olhos ter dificuldade em se abrirem

Podem lágrimas cairem pelo rosto

Podem os meus braços não se erguerem

Podem as minhas pernas não se moverem

Podem os meus pés doerem

Mas...

Nunca me esquecerei quem são os meus amigos

Nunca me esquecerei que por mais longe que estejam, estão no meu coração

Nunca me esquecerei que o meu sorriso vale ouro, é vida

Nunca me esquecerei que sou valiosa

Nunca deixarei de ser a Joana sorrisos

Nunca mais deixarei de ser a fantasma com o belo sorriso...

 

Serei sempre Feliz

publicado por Joaninha às 14:48

02
Jun 09

Todos nós temos dias em que dizemos parvoices, dizemos coisas sem pensar, atiramo-nos de cabeça para um novo emprego, uma relação, dias em que alguém nos aborrece, em que existe aquele amigo que liga no momento certo... Muitas vezes queriamos e desejamos que alguém especial ligue e diga vamos tomar café, diga que somos especiais, que o nosso sorriso é lindo, espontâneo...
Nem sempre as nossas vontades e desejos são concretizados e nem sempre conseguimos estar à altura dessa pessoa!
Assim como cada dia é diferente, as nossas atitudes também mudam, o nosso sorriso também cai, a vontade de falar desvanece, e aumenta a vontade de olhar o mar... Todos os dias somos colocados à prova, todos os dias são uma batalha, todos os dias temos de tomar decisões, fazer escolhas e acima de tudo fazê-las de cabeça erguida com a maior certeza que é a mais correcta, apesar de muitas vezes o fazermos sem ser a nossa vontade. É triste mas é assim, pois a vida nem sempre é como desejamos, prega-nos partidas e rasteiras nos momentos mais inesperados e muitas vezes de pessoas que temos como grandes amigas. No meio disto, nem tudo é mau, pois do mau tiramos o bom e do bom o excelente, é para lá que caminho sempre para o excelente.

 

Para mim estavas a ser o excelente... Ou talvez sejas o excelente... Não me foi dada uma oportunidade a sério...

 

Música: Segredos - Ez Special

"Eu procuro um amor

Que ainda não encontrei

Diferente de todos que amei

 

Nos seus olhos quero descobrir

Uma razão para viver

E as feridas desta vida

Eu quero esquecer

 

Pode ser que eu a encontre

Numa fila de cinema

Numa esquina

Ou numa mesa de um bar

 

Procuro um amor que seja bom para mim

Vou procurar

Eu vou até ao fim

E eu vou trata-la bem

Para que ela não tenha medo

Quando começar a conhecer os meus segredos

 

Eu procuro um amor

Uma razão para viver

E as feridas desta vida

Eu quero esquecer

 

Pode ser que eu gagueije

Sem saber o que falar

Mas disfarço... e não saio sem ela de lá

 

Procuro um amor que seja bom para mim

Vou procurar

Eu vou até ao fim

E eu vou trata-la bem

Para que ela não tenha medo

Quando começar a conhecer os meus segredos"

 

Sinto saudades de ouvir a tua voz

 

Beijos

publicado por Joaninha às 21:02

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO