Um Blog para escrever o que me vai no coração, inspirado num blog de um amigo e com o incentivo dele.

26
Ago 09

Existe uma música que adoro ouvir mas que o melhor é nem a ouvir, mas digo-vos que neste momento é a que está a tocar...

Uma música que faz muitas perguntas, que tem uma sonoridade linda, 2 vozes que dão o toque especial e romantico à musica, pede para guardar o que há de mais profundo num sentimento, pede o maior desejo de uma paixão... e as perguntas sempre aparecer. As inconstantes indecisões, a vontade da imortalidade, e ao mesmo tempo a vontade de preferir não viver o momento! É sem dúvida uma música sentida...

É verdade, uma música que me mostra a realidade do momento...

Sinto-me revoltada porque querias respostas, queria ir, queria o desejo de..., mas sei que apenas posso ter o que a mim está destinado! E como sempre não aceito determinadas justificações, determinadas respostas, porque lá no fundo eu queria era ouvir outras coisas...

Já tive momentos na minha vida para desistir de tudo, momentos em que dei por mim a pensar que nada vale a pena, momentos em que fechava os olhos na esperança que se mantessem assim durante muito tempo, momentos de puro desespero... Ninguém imagina o que é estar sentado e olhar à volta, ver que o mundo gira, tem luz, vida e cor e que nós não conseguimos ver nada disso por muito que nos tentem dizer que está tudo ali ao nosso lado! São momentos destes na vida que não deviam existir!

 

Depois de ter ultrapassado tantos destes momentos, olho para trás e digo que ainda bem que a minha vida mudou!

 

Hoje, digo que se pudesse voltar uns anos teria tido pulso mais firme e levado avante a minha vontade de menina imadura.

Hoje, preferia não ter nunca falado com algumas pessoas que passaram na minha vida.

Hoje, arrependo-me do que não fiz.

Hoje, digo que todos os muros crescem com a firmeza que lhes queremos dar.

Hoje, digo-te... trepas-te o muro que eu estava a construir, fizeste-o no momento mais inconstante...

Hoje, esse tal muro voltou a ser erguido e só quem realmente mostrar é que conseguirá lá chegar!

 

Tenho pena que assim seja, mas a vida assim obriga!

Ninguém é substituivel... mas todos têm direito a um lugar especial, basta querer ;)

Eu quero ser especial para alguém e em alguém...

 

Beijos

publicado por Joaninha às 20:37

Boa tarde,
Hoje, cheguei a casa e ao ouvir música cresceu em mim uma vontade súbita de escrever, sem sequer olhar para o monitor, apenas olhar para o teclado e escrever sem em nada pensar!
Pois... conforme está escrito no título isto é a revolta (normalmente o titulo é sempre a última coisa, mas hoje foi a 1ª que escrevi)...
Tenho em mim uma revolta que ninguém ainda teve o poder de fazer esquecer, de fazer ultrapassar, é uma revolta que as noites vão apagando aos poucos e muito devagarinho... Há noites em que provocam com que a revolta aumente, mas depois há sempre outras noites que vão desmitificando as coisas, a confusão do meu pensamento, a revolta do meu coração...
Hoje, depois de ter trabalhado em prol do meu futuro, vi-me entregue à bicharada, ao mundo dos negócios e com uma sensação de que não vai ser fácil, mas muito ambicioso, o que acaba por dar alento a isto tudo!
Odeio, mas odeio mesmo quando na minha vida existem pessoas que falam de mim pelas minhas costas, pessoas que não acreditam nas capacidades dos outros, pessoas que apenas criticam com o objectivo de deitar abaixo, pessoas que por muito que tentem não mostrar têm a chamada dor de cotovelo, inveja que se vê nos olhos e nas atitudes, pessoas que me mentem, pessoas que escondem o que sentem, pessoas que me evitam sem que razões tenham, pessoas que fogem de mim porque apenas não querem explicar determinados porquês!
Mas será que estas pessoas são assim tão "burrinhas" ao ponto de não perceberem que eu percebo isso tudo, que ouço, que vejo, que sinto, que sou humana acima de tudo, e que apenas não falo nem comento porque vou gastar a minha beleza?! Estas pessoas pensam que podem dizer e fazer tudo à sua vontade e depois enchem a boca para se vangloriarem!
Sinceramente, estou farta destas pessoas... mas pelo que me parece as outras também não devem ser muito diferentes! O mundo é assim, composto por gente boa e gente má!

É uma revolta que ninguém ma tira, é dificil de passar em vão!
É uma revolta que se manifesta em situações pontuais...
É uma revolta que provoca a vontade de dar estalos em determinadas pessoas...
É uma revolta que dá vontade de fugir desta cidade, deste país...
É uma revolta que dá vontade de insultar...
É uma revolta que não se manifesta...
É uma revolta que apenas se sente...
É uma revolta silenciosa e revoltante!
publicado por Joaninha às 20:16

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
15

16
17
18
20
21
22

23
25
28
29

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO