Um Blog para escrever o que me vai no coração, inspirado num blog de um amigo e com o incentivo dele.

25
Set 08

Algures por aí, à beira-mar, numa praia qualquer para quem necessita de algum sossego, para alguém que necessita de silêncio, de ouvir música, de descansar a mente, de olhar o infinito, o horizonte, sentir o que a natureza é e o que tem para dar.......

Olhar o mar, sentir o movimento das ondas, o cheiro a maresia, o céu que se prolonga no horizonte a fazer uma linha perfeita, os raios de sol que tentam irromper por entre as nuvens... As ondas vão e vêm, as nuvens desfilam a uma velocidade alucinante, a areia voa com o vento que se faz sentir. O som das ondas, o vento assobia, tudo enuncia uma chuvada de pingos grossos!

Eu, dentro do carro, observo o tempo a passar, os minutos a contar e os segundos a voar.

Na minha mente as imagens não param, passam a correr como se de apresentações se tratasse, as ideias misturam-se com as vontades, com os sonhos e o politicamente correcto! As memórias atrapalham qualquer vontade de pensar mais além do que quer que seja....

Tento pensar, colocar as ideias em dia, mas é dificil, tudo está confuso, anda tudo aos encontrões. Qualquer vontade que surja vem acompanhada de "ses", de receio, de medo. O medo do mundo que está fora do meu mundinho, quebrar o muro pode ser como quebrar a barreira de um ser selvagem que, se esconde dos outros, é a vergonha de enfrentar as vozes, é um coração partido, ....

 

"The Woman who can´t be moved"

publicado por Joaninha às 23:57
sinto-me:

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
17
18
19
20

21
23
26
27

28
29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO